BRAZIL


CRIAÇÃO DO CORREDOR ECOLÓGICO

ESTUDOS DE CASO

STORA ENSO

Juntamente com o seu próprio programa de restauração de florestas, financiado e realizado pela empresa, a Veracel, joint venture da Stora Enso e da Fibria, facilita e apoia um projeto de restauração de florestas financiado pelo mercado de carbono. O projeto envolve várias ONGs no sul da Bahia, onde ficam a fábrica de celulose da Veracel e suas plantações de eucalipto de rápido crescimento. 

O projeto, Corredor Ecológico Monte Ecológico-Pau Brasil, tem como objetivo restaurar a Mata Atlântica em áreas apropriadas que pertencem aos proprietários de terras locais, principalmente pecuaristas. O projeto tem como objetivo conectar fragmentos isolados da Mata Atlântica e formar um corredor de mata nativa entre dois parques nacionais: o Monte Pascoal e o Pau Brasil. Até agora, a venda de créditos de carbono levou ao replantio e à recuperação de 318 hectares de floresta tropical. A plantação forma um corredor de vida selvagem entre dois parques nacionais: o Monte Pascoal e o Pau Brasil. Leia mais.


Palavras-chave:

Mercado de carbono / Restauração / Sequestro de carbono / Trabalhos


 MAIS FOTOS

Aprendendo com o mundo real

O manejo responsável de plantações trouxe benefícios reais para as pessoas e a natureza. Estes estudos de caso demonstram como. 

Termo de responsabilidade: Embora a plataforma NGP reconheça os progressos no manejo de plantações apresentados nos estudos de caso, ela também reconhece que nem todos os aspectos do NGP são necessariamente utilizados nos exemplos. Para uma visão geral a respeito das práticas de manejo de plantações dos participantes, leia aqui.