BRAZIL


IMPLANTAÇÃO DE VIVEIROS COMUNITÁRIOS

ESTUDOS DE CASO

FIBRIA CELULOSE S.A.

A Fibria tem o compromisso de restaurar a mata nativa ao longo de suas plantações no Brasil. A Mata Atlântica e o cerrado brasileiro são hotspots de biodiversidade, o que torna a restauração de vital importância. Um dos principais desafios é encontrar as mudas necessárias. 

Muitas das áreas rurais em que a Fibria atua são pobres e há poucas oportunidades de emprego, mesmo na agricultura ou na pecuária. Ao apoiar viveiros comunitários, a Fibria espera melhorar os rendimentos locais e promover o crescimento econômico ecológico, ao mesmo tempo em que garante um fornecimento constante de mudas de qualidade para suprir suas próprias necessidades. Os viveiros comunitários fornecer cerca de 10% das mudas da Fibria, por isso há uma margem significativa para que eles se expandam. A Fibria continua prestando assistência técnica e investindo na construção de habilidades técnicas, de manejo e de trabalho em equipe para melhorar o funcionamento dos viveiros. 

Para cumprir sua meta de longo prazo de restaurar 40.000 hectares de Mata Atlântica nativa e cerrado em 2025, a Fibria precisa de centenas de milhares de mudas de árvores. A empresa criou viveiros comunitários para ajudar nessa demanda, melhorando as oportunidades de emprego e renda para a população local. Leia mais.

Palavras-chave:

Educação ambiental / Restauração / Trabalhos


 MAIS FOTOS

Aprendendo com o mundo real

O manejo responsável de plantações trouxe benefícios reais para as pessoas e a natureza. Estes estudos de caso demonstram como. 

Termo de responsabilidade: Embora a plataforma NGP reconheça os progressos no manejo de plantações apresentados nos estudos de caso, ela também reconhece que nem todos os aspectos do NGP são necessariamente utilizados nos exemplos. Para uma visão geral a respeito das práticas de manejo de plantações dos participantes, leia aqui.